Enquanto a Globo amarga queda de 20% da audiência desde 2004 (de 24,2 no primeiro semestre daquele ano para 19,5 no mesmo período deste, no período de 7h à meia-noite), a Record saboreia o crescimento de 127% (de 3,3 para 7,5). Mas, segundo a maior parte dos leitores do Tevê Aberta, a comemoração vai acabar logo.

Na enquete que perguntava sobre o futuro da Record, 65% dos 207 votantes opinaram que o crescimento da rede será passageiro. Para 37% destes, o motivo é o fato de apresentar uma versão piorada da programação da Globo. Para outros 28%, a audiência começará a diminuir quando a emissora deixar de ser o centro das atenções.

Discordam 33%: 20% disseram acreditar que o crescimento da Record será duradouro porque a programação é boa e 13%, porque sobra dinheiro. O Tevê Aberta agradece aos 207 participantes.

Leia também
Lista: 20 programas mais vistos entre abril e maio

7 comentários:

Beth disse...

Gosto do blog e diáriamente o visito para ver as noticias. Queria sugerir mais entrevistas como fizeram com o Evandro Santo e com Carina. É muito legal ler aqui o que gostaríamos de perguntar para os entrevistados, porque nas revistas isso não acontece. Abraços para todos da redação que dão show na escrita e não assassinam nosso tão sofrido português. bjos

Anônimo disse...

A Record está arrembentando.....mas eu li uma coisa que é verdade, por exemplo a novela Mutantes esta indo super bem no ibope, e para o horario...só que tudo tem que acabar um dia....e aí o que vai acontecer....principalmente por que o publico da novela é o publico jovem, quando acabar vai ficar um buraco, será que se colocarem uma novela normal, com todas as caracteristicas que ja conhecemos, como todas as outras, vai emplacar no horário...é um risco muito grande....
É de se pensar, né????
Mauro - SP

Rapha Cehab disse...

Os mutantes é um produto de 5ª mas que atinge a garotada geração video game. É uma idade que não se importa muito com a qualidade e sim com o tema. Monstros, transformações, vampiros e bizarrices dão ibope pra esta turminha que nada tem na cabeça.

SG disse...

Claro que a Record vai enfiar outra "continuação" no horário como fez colocando Mutantes, que nada mais é do que Caminhos do Coração com um nome mais apelativo para a faixa etária que assiste a novela. A Record já tinha tentado implacar uma novelinha para o público aborrecente, quer dizer adolescente, do tipo malhação da Globo, mas só agora descobriu a melhor fórmula: pseudo-ficção água com açucar. Teremos a continuação indeterminada da saga Mutantes(parte 2,3,4,5,6,7,8,9,10,11......até que todos os atores se transmutem e virem sapos)

teve aberta disse...

Oi, Beth. Que bom que sente falta de entrevistas. Também gostaríamos de fazer mais. Vamos tentar publicar uma ainda este mês. Agradecemos pelos elogios e pelas visitas. Fique sempre de olho no nosso português, língua que prezamos muito (afinal, trabalhamos com ela). Qualquer derrapada é só avisar. Até!

G-zus disse...

Esse blog é show!
Eu gosto da record porque ela desafiou a globo
E mostrou pra a globo que ela não é imbatível
Certo que a programaçao da record ainda prescisa melhorar muito
Mas no quesito jornalismo, pelo menos para mim, já superou a globo
Tem mais conteudo e menos besteira
O crescimento não é temporário
É uma disputa sã
Vai fazer com que as duas emissoras tentem melhorar sua programação
Vamos vê o que vai dá
Saudações

Hugo disse...

Também acho que a concorrencia é importante porque sem ela não existe mudanças. Só que a Record não está inovando em nada, não está mudando nada. O que contribui a Record para uma NOVA televisão? NADA! E por que? Porque ela só copia os outros. A Record é cópia descarada de todas as criações das concorrentes, inclusive da sua arqui-inimiga que é a Globo. E tem mais, se as autoridades fiscais tirassem as vendas dos olhos e deixassem de fingir que nada sabem, com certeza o dinheirama todo que jorra na emissora provenienete dos dízimos arrecadados de cada fiel da Igreja Universal deveria ter outro destino.......deixa prá lá, não adianta falar estas coisas num país em que tudo acaba em samba, suor e cerveja.