segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Algo de errado ou Por que parou?

Algo está errado quando um blog tem mais visitas e comentários depois de ser "abandonado" do que no período em que era constantemente atualizado. É o que acontece com o Tevê Aberta, agora e em paradas anteriores. Para dar fim às especulações, decidimos passar aqui para explicar de vez a ausência.

Não, não morremos, tampouco o dinheiro ganho com os banners do Submarino (a maior parte vinda depois que o blog parou, diga-se) patrocinou viagens pelo mundo, como sugeriram alguns. Aliás, até que não seria nada mal... A viagem, claro. Não a morte, que pode ser adiada.

O que aconteceu então? Prestem atenção na programação da tevê aberta brasileira e tentem responder vocês mesmos. Não demanda muito esforço: uma zapeada rápida é capaz de acabar com a dúvida. A leitura das colunas e dos blogs sobre televisão também ajuda a entender o motivo do "abandono".

Algo está errado quando o Big Brother Brasil pode ser considerado o melhor programa de TV e o Big Bosta Brasil, o melhor veículo de comunicação sobre TV. Na televisão de hoje, sobra pretensão, conservadorismo, falsa seriedade, previsibilidade. Falta modéstia genuína, inovação, diversão, surpresa.

O tempo em que se incluía a tevê brasileira na lista das melhores do mundo passou. E, por enquanto, não dá sinais de que vai voltar. O que nossas emissoras produzem atualmente, em geral, é de baixíssima qualidade.

O principal produto de exportação, as novelas, prenderam-se a amarras difíceis de desatar. São os mesmos autores, os mesmos diretores, os mesmos atores, os mesmos técnicos, as mesmas histórias. O primeiro capítulo revela o que acontecerá no último. Entre o segundo e o penúltimo, sucedem-se cenas vazias para segurar um público pouco exigente.

Nos demais programas, o problema se repete. São os mesmos apresentadores, as mesmas atrações e a mesma platéia que grita ao ver piscar o sinal de aplausos. Até o seriado A Grande Família, apontado como uma exceção a essa triste regra, vem trilhando o caminho da mesmice.

A queda de audiência começa a preocupar as emissoras. Mas em vez de apresentarem novidades, os canais recorrem ao batido, ao antigo, ao mofado (vide Pantanal). Mudam o ditado para "em time que está perdendo, não se mexe".

Colunas e blogs especializados em televisão parecem comemorar o início da decorrada do veículo do qual sobrevivem. Dados do Ibope são divulgados quase em tempo real, como se qualidade se medisse em número. Qualidade, aliás, é palavra praticamente ausente nesses espaços.

O Tevê Aberta tentou ser uma alternativa. Deixamos os elogios à Globo para a Patrícia Kogut, o business para o Daniel Castro, as fofocas para a Fabíola Reipert, as fotos de artistas seminus para outros sites. Planejamos ser um blog de análise, não ceder ao apelo da massa. Mas esta é uma missão difícil demais.

Continuar assistindo à programação de Globo, Record, SBT, Band, RedeTV, TV Brasil e Cultura seria uma obrigação, não mais um prazer. Por conseguinte, concluímos que ler um blog marcado por lamentações como as aí de cima também não seria nada prazeroso para os leitores.

Isso significa que o Tevê Aberta acabou de vez? Não, por isso não houve despedida. Significa que está em compasso de espera, torcendo para que as emissoras admitam que estão tomando a direção errada e, então, repensem seu trajeto. Estamos ansiosos para encontrar indícios de modéstia genuína, inovação, diversão e surpresa. Principalmente, surpresa.

* Quer ser avisado das atualizações? Assine o Tevê Aberta (RSS na barra à direita).
* Quer falar com o blog? Deixe comentário aqui ou mande e-mail para teveaberta@yahoo.com.br.
* A conta do Tevê Aberta no YouTube, com cerca de 340 vídeos, foi deletada por violação de direitos autorais. Logo, os vídeos aqui postados não mais rodam.

4 comentários:

Bruno Pedrozo disse...

Te apoio incondicionalmente nesta decisão mas lamentavelmente um texto de protesto num blog não deve mudar muita coisa.

Só espero que o TevêAberta possa ganhar cada vez mais textos e principalmente que os textos comentem uma retomada da qualidade na tv. Abraços ;)

Vini.cius disse...

Realmente, concordo com vc. A teve péssima no quesito originalidade. Pegue o exemplo da novela Caminhos da India, que mais parece O Clone.


Gosto desse blog justamente pela imparcialidade e por isso esperarei por uma melhora na tv aberta e consequente continuação deste blog.

Anônimo disse...

Se for esperar a Televisão mudar a sua programação, o blog não volta tão cedo, para não dizer NUNCA. E, para falar a verdade, acho que a televisão nunca saiu do estágio que hoje ela pertence. O que mudou na tv de 2006, quando o blog foi criado, para 2009? Se estivéssemos falando de longa data, por exemplo, 1980 para 2009, tudo bem, mas, repito, o que mudou na televisão aberta da república federativa do brasil de 2006 à 2009? N A D A.

Seria mais bonito falar o que realmente está acontecendo para o seu público, pois essa desculpinha não colou.

É lamentável ver um blog acabar assim!

Carlos Augusto Pereira di Marchi

teve aberta disse...

Bruno, Vinicius e Carlos, valeu pelos comentários. O apoio de vocês nos incentiva a passar ocasionalmente por aqui para atualizar o blog, como estamos fazendo hoje.
Carlos, você entendeu exatamente o problema: nada mudou na TV, mas nós mudamos. E a programação não acompanhou a nossa mudança, nem a do público em geral.
Até!