sexta-feira, novembro 17, 2006

Análise: Humor "desmexicaniza" Cobras & Lagartos


Primeiro bloco completo do último capítulo - Foguinho salva Duda do incêndio na Luxus

Cobras & Lagartos (Globo), que acaba de chegar ao fim, deveria entrar na história da tevê brasileira como a primeira novela protagonizada por um casal negro, formado por Taís Araújo (Ellen) e Lázaro Ramos (Foguinho). O último capítulo deu a comprovação: a seqüência final da trama mostrava o casal vendendo profiteroles na Saara, em vez de exibir uma cena de amor de Bel (Mariana Ximenes) e Duda (Daniel de Oliveira).

Mas seria preciso fazer uma ressalva: Taís e Lázaro passaram a guiar toda a trama, em parte, por conta da mau desenvolvimento dos personagens principais. Os problemas na construção de Bel e Duda — que começaram antes mesmo da estréia do folhetim, com acusações de plágio — fez com que o público não se envolvesse com o casal. Resultado: o autor, João Emanuel Carneiro, diminuiu a participação dos dois e investiu no que tinha de melhor, o humor. Os intérpretes de Ellen e Foguinho aproveitaram a oportunidade e, literalmente, roubaram a cena.

As confusões armadas por Ellen e Foguinho para sair da pobreza salvaram Cobras & Lagartos de virar uma novela "água com açúcar", explorando somente as desventuras de uma ingênua menina rica perseguida por ambiciosos vilões. Ainda bem, já que os tais antagonistas foram vividos por atores ainda imaturos para os seus papéis. Carolina Dieckmann e Henri Castelli não convenceram como Leona e Estevão, respectivamente. Mais: a própria história dos dois não convenceu, devido ao excesso de fantasia e crueldade — com muitas seqüências repetidas de Da Cor do Pecado, também de João Emanuel, como a da vilã num depósito de lixo.

Foram tantas lágrimas, tantas mortes, tantas armações... que só mesmo um timaço de atores/humoristas poderia levantar o astral da trama e do telespectador. O núcleo engraçado da novela recebeu o reforço de Marília Pêra (Milu), Mara Manzan (Marilene), Elizângela (Shirley), Ailton Graça (Ramires) e até da trupe de empregados de Ellen, liderada pelo personagem Cardoso. Outros destaques da novela foram Carmo Dalla Vecchia (Luciano), Totia Meireles (Silvana) e Rafael Ciani (Geléia), que, como reconhecimento, acabou ganhando a narração de alguns dos desfechos da trama.

Apesar dos altos e baixos — que também marcaram a direção (Wolf Maya), os figurinos (Beth Filipecki e Renaldo Machado) e os cenários (Raul Travassos e Isabela Urman) —, Cobras & Lagartos cumpriu sua principal função: resgatar a audiência da faixa das 19h, abalada durante a exibição de Bang Bang, e impedir o crescimento da concorrência. De quebra, ainda reforçou a habilidade de João Emanuel Carneiro de criar personagens e situações cômicas, caminho pelo qual o autor deveria, definitivamente, optar.


Segundo bloco completo do último capítulo - Leona e Foguinho morrem no incêndio na Luxus


Terceiro bloco completo do último capítulo - Foguinho chega ao Céu e ressuscita


Quarto bloco completo do último capítulo - Julgamento de Letícia


Quinto bloco do último capítulo - Parte 1 - Madá é presa pelo assassinato de Estevão


Quinto bloco do último capítulo - Parte 2 - Foguinho e Ellen vendem profiteroles na Saara

6 comentários:

Anônimo disse...

POR FAVOR, POSTEM O 2º BLOCO QUE EU SÓ VI O FIM DA NOVELA!


SE DER, O 3º TAMBÉM!

:D
:D

Cristina disse...

Por favor, poderia postar também a abertura de Cobras & Lagartos e os três últimos blocos? Muito obrigada \o/ Parabéns pelo ótimo site ;)

Anônimo disse...

PARABÉNS, COMENTARIO PERFEITO OU QUASE PERFEITO, SÓ ACHO QUE ESQUECEU DE COMENTAR O PAPELÃO QUE FIZERAM COM ELIANE GIARDINE, UMA ATRIZ TÃO TALENTOSA, ESQUECIDA NA NOVELA TODA, EM UM PAPEL MEDIOCRE E SEM NENHUM CONTEÚDO

Anônimo disse...

postem o 5º bloco por favor!!!

Anônimo disse...

postem o 5º bloco por favor.Maneiro o site de vcs!parabéns!!!

Tevê Aberta disse...

O último bloco do final de Cobras & Lagartos estará online daqui a pouco. Voltem e confiram!