quinta-feira, junho 12, 2008

Trapalhões: Dedé e Didi retomam parceria

Quem acha A Turma do Didi sem-graça tem mais um motivo para não assistir ao programa: a Globo contratou Dedé Santana para integrar o elenco do infantil. Ao lado de Didi, ele deve repetir as mesmas piadas da época dos Trapalhões — que há 20 anos achávamos engraçadas, mas que hoje são incapazes de fazer alguém rir.

9 comentários:

Alex Teixeira disse...

Realmente, Didi e o "sem graça" Dedé ninguém aguenta mais mesmo. Mas discordo sobre um ponto. No auge na década de 80, com todos juntos, Didi, Dedé, Mussum e Zacarias, os trapalhões era o melhor programa de humor da TV. Mas com as mortes do Zacarias e Mussum, sem dúvida os mais engraçados, o nível do programa caiu muito. Mas naquela época tínhamos excelentes redatores de humor, mas hoje é um mar de redatores que inventam , na sua grande maioria, piadas muita sem graça.

Teve Aberta disse...

Será, Alex? Tenho a impressão de que na época ríamos porque éramos mais jovens, inocentes talvez. Assim como muitos gostavam da Xuxa e hoje a vêem de outra maneira. Didi e Xuxa continuaram iguais, mas o público mudou.

Alex Teixeira disse...

Realmente éramos crianças e não tínhamos noção do que era bom ou ruim, éramos inocentes, apenas nos divertíamos, concordo. Tambem acho que Xuxa e Didi já deveriam ter se aposentado a muito tempo, mas "Os Trapalhões" fizeram parte da minha infância e de certa maneira sinto falta "daquele tempo".

Marcos_Ce disse...

Fico feliz em saber que eles vão reatar a amizade e trabalhar juntos. Sobre o resultado da parceria, só vendo.

Drica disse...

Concordo também com o fato de que na infância não se é exigente. A criança precisa de quantidade de coisas para ver, fazer, rir e brincar e não de qualidade. Vejam por exemplo a mágica que o circo remete às crianças na medida que o crico não dá tempo para ninguém criticar detalhes. Tudo tem que ser rápido, com muitas cores, muita movimentação e o trabalho do conjunto acaba sendo o segredo do sucesso. Como disse o Alex, antes tinha-se um quarteto com dois "palhaços" muito bons que eram o Zacarias e o Mussum, que quando contracenavam conseguiam melhorar os textos circenses que sempre foram a marca registrada dos trapalhões. Porém, mesmo se eles estivem juntos até hoje, nós já os veriam com o senso crítico atual.
Também existe o fato das gerações mudarem muito. Hoje meus sobrinhos dizem não gostar da Xuxa e eu quando pequenininha amava ela. O tempo muda tudo....
bjos pra todos deste blog que é divino!

teve aberta disse...

Drica, nós mudamos e os programas também precisam mudar. Infelizmente, alguns ficaram parados no tempo, como é o caso da Turma do Didi e de tantos outros. Valeu pela visita e pelo elogio. Volte sempre!

Anônimo disse...

Dizer que a galera gostava dos trapalhoes por que eramos crianças e não sabiamos discernir o bom é sacanagem !! os caras davam 40 de ibope..eram bons demais...
Quem é bom pra vocês ? CAsseta & planeta (Que é um LIXO) ou Pânico (com aquelas piadas escrotas do vesgo que fica igual a um devilóide dançando completamente sem graça).
Com certeza o programa vai ganhar um gaz com o Dedé.. eles começaram juntos e quando mussum e zacarias chegaram os caras já arreebentavam.

Fafi disse...

É claro que cada um de nós tem um gosto, e é ótimo que seja assim. Já imaginou se todos concordassem com tudo? Aqui mesmo neste blog já li muita gente elogiando um montão de programas que eu simplesmente detesto e que se fosse diretora de televisão jamais acreditaria em seu sucesso. Quando eu era criança ( e não faz tanto tempo assim hehehehehe) gostava de ver os trapalhões sabem porque? Por que eu me sentia muito sabida pelo fato de já ter decorado o que aconteceria em cada cena ( as piadinhas, as tortadas na cara, os banhos de água...tudo era sempre igual e previsível). Já repararam que as crianças não se cansam de ver o mesmo desenho que já passou um milhão de vezes? E o filme em DVD que uma tia dá pra eles e que vêem quase todo dia? Assim como o cara aí em cima escreveu dizendo que os trapalhões eram bons demais e que arrebentavam, outros, como eu, vão ter outra opinião, a de que tudo tem sua época, seu tempo e que ao crescermos ficamos mais críticos, exigentes e quem sabe até mais chatos. Mas o fato é que hoje não suporto ver trapalhões, xuxa, casseta e planeta e nem o pânico,aliás neste ponto concordo com o anônimo. Pânico é um tipo de humor idiota, que se utiliza do escracho, do desrespeito com as pessoas pra tentar fazer graça. Uma graça sem graça. O humor de qualidade, inteligente e criativo está fazendo falta na TV. Por falar nisso, cadê o Chico?

Anônimo disse...

essa Fafi gosta de que mesmo..? Dizer que o trapalhoes não era bom é brincadeira, e dizer que hoje o unico programa de homor que presta é A grande familia é a mais pura razão.
Queria poder voltar aquele tempo onde as cenas mais fortes da tv era as de Pantanal na manchete.